sábado, 26 de janeiro de 2013

You Belong With Me -43º capítulo


"Think I know where you belong
Think I know it's with me"

Ah... Bom... Eu... Eu não queria te dizer isso, na boa, mas... Sua mãe vai casar Bella.”
Então era isso? Ela havia se esquecido de meu pai, ela havia se esquecido de mim. Ela iria viver uma vida de casal feliz com aquele tal de Paul? Ela havia se esquecido completamente de mim, afinal, ela alguma vez se lembrou de mim?
Então eu resolvi apagar toda e qualquer lembrança da minha... Antiga vida.
Levantei-me da cama, com muita disposição. Nem tanta assim, mas pra quem não queria nem levantar da cama nos últimos três meses... Bom, era um grande progresso.
Tirei o pijama –que já havia virado minha roupa do dia a dia –e coloquei na roupa de lavar, vestindo-me de um roupão. Hoje é Domingo, todos estariam em casa. Resolvi fazer uma coisa que havia combinado com eles há muito, e acabei furando. Tomei um banho relaxante e me troquei.
Fui até a cozinha e preparei uma omelete e café. Tudo o que eu precisava neste momento. Comida.
You're on the phone with your girlfriend
She's upset, she's going off about
Something that you said
She doesn't get your humor
Like I do
Comecei a cantarolar, enquanto terminava meu café. Há quanto tempo eu não cantava? Bem, essa música me lembra muito ele. Quando ainda éramos melhores amigos, e eu odiava a namoradinha irritante dele. Quando eu ainda morria de ciúmes dele.
I'm in my room
It's a typical Tuesday night
I'm listening to the kind of music
She doesn't like
She'll never know your story
Like I do
Quando eu ficava no meu quarto, escutando músicas altas, cantarolando e dançando e ele começava a rir do nada, da janela dele, me assustando.
But she wears short skirts, I wear t-shirts
She's cheer captain, and I'm on the bleachers
Dreaming about the day when you wake up and find
That what you're looking for has been here the whole
Time
Quando eu ficava o observando das arquibancadas, durante o treino de basquete, e as cheer leaders que estavam treinando pareciam babar em Justin sem camisa pela quadra.
If you could see
That I'm the one
Who understands you
Been here all along
So why can't you see me
You belong with me
You belong with me.
E sim, eu era a única que o entendia, a única que sabia de todos os segredos, a única que esteve sempre ao lado dele. E o lugar dele é comigo, ele me pertence.
Resolvi me levantar e sair, antes que a dor excruciante me atingisse novamente, e a ferida em meu peito se abrisse.
Bati na porta e uma Elizabeth muito surpresa e sorridente me atendeu, logo em seguida me abraçando com força e gritando pra todos que a Bella finalmente resolveu sair de casa.
-O que foi, querida?
-Bom, vim fazer uma coisa que estou adiando há muito tempo. Muito mesmo.
-O que?
-Bom, primeiro eu preciso comprar as tintas, montar o berço e... –antes que eu pudesse terminar, Keaton correu pra me abraçar e Candy começou a gritar feito louca. Eles são muito tapados, não é possível.
Entrei na casa e conversamos por um bom tempo em como seria o quarto, as cores e etc. O berço eu havia ganhado na semana passada de Keaton - mesmo eu dizendo que ele era um idiota por ter comprado e que não precisava. Na verdade, o berço era lindo, mas eu sentia que estava abusando demais deles... Sei lá.
Enfim, depois de muito conversar, eu, Candy, Candice  e Elizabeth pegamos o carro e saímos pra comprar as coisas. Escolhi as tintas e os móveis pra que combinassem com o berço - no caso, dourado. Um tapete florido e o enxoval. Passamos em uma loja de bebê e compramos algumas roupinhas e sapatinhos. Eu já tinha muitas, algumas que eu ganhei outras que eu comprei, mas nunca era demais. Perdi a conta de quantos lacinhos e sapatinhos eu comprei. Era tudo tão maravilhoso. Pegar as roupinhas na mão, colocar em frente à barriga, imaginar minha pequena vestindo-as. Candice insistia pra que eu pegasse algumas roupinhas pretas, mas... Que tipo de pessoa faz roupas pretas pra recém-nascidos? Colocamos todas as sacolas no carro e o homem da loja de tintas colocou os galões no carro.
Voltamos pra casa e os garotos ajudaram a colocar os galões de tinta na casa. Troquei de roupa e fiz um coque frouxo no cabelo. Espalhamos jornais pelo chão e começamos a pintar. A tinta tinha um cheiro fraquinho pra não me fazer mal.
O pior de tudo era aguentar as gracinhas de Josh, pintando minha cara e minha barriga. Enfim, acho que foi a tarde mais divertida que eu já passei em toda a minha vida. Terminamos o quarto alguns minutos antes de Elizabeth nos chamar pra jantar. Ficamos um tempo parados, apenas admirando nosso trabalho de um dia. O quarto estava lindo, e o cheirinho das coisinhas novas de bebê me fez chorar infinitamente, enquanto todos me abraçavam e me chamavam de boba.
Tomei um banho rápido e desci pra jantar, porque eu insisti que o jantar fosse feito ali. Sentei-me a mesa, enquanto esperávamos que Josh e Candy voltassem do banho. Quando os dois entraram, Keaton –tão discreto quanto um rinoceronte –começou a gemer do nada.
-Sério, precisamos fazer um novo quarto pra vocês dois. –disse se referindo a Josh e Candy. –De preferencia, com paredes a prova de som. Meu Deus, vocês tem o sexo mais barulhento da face da terra! –começamos a rir, e Candy nos deu o dedo do meio. Josh apenas deu um risinho.
-É sério. –concordou Candice. –Como é que era mesmo, Sammy? Ah, é. OH JOSH, OH JOSH, MAIS RÁPIDO! (n/a: to rindo dessa parte, porque foi exatamente isso que aconteceu num acampamento que eu fui com as minhas amigas lol)
-Gente! –repreendeu Elizabeth.
-Não Cande (Apelido da Candice). Era OH JOSH, OH JOSH, METE MAIS FORTE! –concordou Sammy e nós começamos a rir feito hienas. As bochechas de Candy pareciam um pimentão de tão vermelhas. Até Josh ria.
-Vão se foder todos vocês. JOSH PARA DE RIR! –ela gritou e nós rimos mais ainda.
Uma das muitas coisas que eu gostava neles era que me faziam sentir em uma verdadeira família, coisa que eu não tinha há muito tempo. Desde que meu pai  morreu, minha mãe vivia trabalhando, não passávamos mais um "tempo de qualidade" juntas, não parávamos mais pra almoçar juntas. O máximo que tínhamos era um café da manhã corrido. Eu tinha Justin, mas não era a mesma coisa de família e... Agora nem Justin eu não tenho mais.
Oi, como vão? Eu vou bem, obrigada. Haha. gENTE QUEM ESCUTOU O BELIEVE ACOUSTIC? SKJIWUSAFJLF EU QUASE MORRI AQUI, SOCORRO!!!!!!!!!!!!!!!!!
Quem assistiu o show de ontem? Que graças a maravilhosa da @suprasdobiebas nós pudemos acompanhar. Era pra eu ter ido no show de ontem. A maiorias das meninas que foram, estavam com a transmar. Uma empresa que fez uma promoção com direito a Disney e mais um monte de coisas, e ir pro show do Justin de limousine.  Não tava tão caro, eu tinha o dinheiro, mas meu pai simplesmente NÃO AUTORIZOU QUE EU FOSSE. Tipo, tem que tirar passaporte, tem que ter o visto e etc, e precisa da autorização dos pais, mas meu pai não assinou aquela porra :(((( Ele tem a noia que minha mãe vai fugir comigo, cara. Eu odeio meu pai.Eu já tinha chorado tanto, e ontem eu chorei de novo :(( Eu to mt mal. 
Dsclp se esse capítulo ficou uma bosta, tinha muita coisa na minha cabeça e eu não conseguia pensar e eu tava triste pra caramba. Mas enfim, próximo capítulo tem Bustin. Isso é certeza. HAHAHA. Preparem os ♥, o encontro deles vai ser... inusitado. 
Bjs, bjs :c

4 comentários:

  1. ahhh kra vc tá demorando dms pra postar ): kkk, n demora dessa vez pfvrrrr, adorei :)

    ResponderExcluir
  2. Continua tá ficando perfeito -Amanda

    ResponderExcluir
  3. MELHOR IB, SERIO PELO AMOR DE DEUS NAO PARA POR FAVOR ); CLICHÊ EU FALAR QUE É A MELHOR IB QUE EU JÁ LI NE? MAS DESSA VEZ É A VERDADE, TA COMPLETAMENTE MARAVILHOSA.... NAO PARA DE ESCREVER PELA FALTA DE COMENTÁRIO POR FAVOR, TA PERFEITO ESSA IB

    ResponderExcluir

O que você comenta aqui, é o que me inspira a continuar, gatinha <3